Diário de Classe – O dia a dia de uma escola pública

Populares

Artista cria Baby Jabba e dizem que é tão perturbador quanto Baby Yoda era fofo

Um artista chamado Leonardo Viti renderizou em 3D a versão clássica do Jabba The Hutt de Star Wars e a publicou na internet,...

Elefante cega começa a dançar quando ouve o pianista tocando para confortá-la

Os animais continuam a surpreender e nos inspirar através de sua capacidade mental para coisas que muitas vezes consideramos...

Levaram um gato para o escritório para se livrar de ratos, mas ele começou a ganhar dinheiro ao invés disso

Este lindo gatinho foi adotado pelo proprietário da agência de marketing GuRuStu, em Tulsa. Eles precisavam manter os ratos afastados,...

A Realidade do Ensino Público – O Facebook é uma rede social que boa parte das pessoas utilizam para se divertir, para passar o tempo e para conversar com seus amigos. Mas muitas pessoas também aproveitam a força da rede social para outras causas. É o exemplo de uma menina de 13 anos de idade que resolveu aproveitar a força da rede para narrar para o mundo todo a rotina da escola pública onde ela estuda. O resultado foi um sucesso imediato e também repercussão fora das redes e que foi parar dentro das salas de aula.

Conheça a página Diário de Classe

Atualmente a página Diário de Classe conta com 10 mil fãs. E todas estas pessoas acabaram sendo atraídas não pelo humor, que é muito característico das redes sociais, mas sim pelos problemas que acontecem em uma escola, mas que acaba retratando a realidade de boa parte das escolas públicas do Brasil. A criadora da página se chama Isadora Faber, de 13 anos de idade, e segundo entrevista que a menina deu para alguns veículos de comunicação, em nenhum momento ela acreditou que a página faria tanto sucesso. “Não esperava que a página fizesse esse sucesso todo. Acho que as pessoas querem realmente saber como as escolas públicas funcionam e elas têm achado interessante o que eu mostro”, diz a estudante em entrevista.

Diário de Classe

Reclamações na página Diário de Classe

Na página do Facebook Isadora reclama de tudo que acredita que está errado. De 5 aulas de hoje, só tivemos 2 com os professores titulares, as outras 3 foram com professoras substitutas. Quando temos aulas com auxiliares elas dão um texto e uma pergunta e é sempre isso, acho que o tempo poderia ser melhor aproveitado”, conclui.

A garota declarou ainda que suas reclamações deixam alguns professores da escola brabos, sendo que já chegou ao ponto de um dos docentes pedir para a garota tirar a página do ar. A página causou tanta repercussão que a prefeitura da cidade de Praia do Santinho, no estado de Santa Catarina, onde está localizada a escola, chamou a garota para uma reunião e promete resolver vários problemas da escola.

Conheça a página Diário de Classe:

http://www.facebook.com/DiariodeClasseSC

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Veja Também

Artista cria Baby Jabba e dizem que é tão perturbador quanto Baby Yoda era fofo

Um artista chamado Leonardo Viti renderizou em 3D a versão clássica do Jabba The Hutt de Star Wars e a publicou na internet,...

Elefante cega começa a dançar quando ouve o pianista tocando para confortá-la

Os animais continuam a surpreender e nos inspirar através de sua capacidade mental para coisas que muitas vezes consideramos exclusivamente humanas. Coisas como emoção, empatia,...

Levaram um gato para o escritório para se livrar de ratos, mas ele começou a ganhar dinheiro ao invés disso

Este lindo gatinho foi adotado pelo proprietário da agência de marketing GuRuStu, em Tulsa. Eles precisavam manter os ratos afastados, e ter um gato era...

Médico desenha nos curativos pós-operatórios das crianças para deixá-las menos assustadas

Dr. Robert Parry é mais do que apenas um cirurgião. Ele é um ser humano real. O diretor de cirurgia pediátrica do Hospital Infantil Akron, em...

Filho compra uma mansão para o casal pobre que o adotou quando criança

Dizem que nós colhemos o que plantamos. Será que você está plantando coisas boas? Nanay e Tatay eram pobres e não tinham muito. Mas foi...
- Advertisement -

Você Também Pode Gostar!